Breaking news

Senador Magno Malta, presidente do PTB-SP, deputado e familiares fazem alerta emergencial sobre saúde de Roberto Jefferson: Vão deixar Roberto Jefferson morrer na cela?”; ASSISTA VÍDEO!


O presidente do PTB de São Paulo, Otávio Fakhoury, alertou, pelas redes sociais, sobre o iminente risco corrido pelo ex-presidente do partido, Roberto Jefferson, cuja saúde está se deteriorando violentamente na prisão. Roberto Jefferson foi preso a mando do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.


Otávio Fakhoury disse:

URGENTE! Roberto Jefferson desmaiou em sua cela na noite passada. Seu quadro se agravou ainda mais. Ele precisa urgentemente de uma tomografia para avaliar possível traumatismo craniano, e eventual tratamento tem que ser iniciado o quanto antes a fim de evitar danos ainda maiores. Há ainda o risco de alguma recidiva (Roberto teve 3 cânceres no passado). Ele precisa com urgência ser transferido para um hospital com condições de realizar os exames, uma vez que a SEAP já admitiu não possuir os equipamentos necessários.

Segue abaixo o laudo de avaliação divulgado pela SEAP:

(...)

O advogado de Roberto Jefferson comentou o laudo:

"Ele desmaiou, pode estar com traumatismo craniano, está extremamente desorientado e muito, muito mal. Esse é o estado atual de saúde dele. E o laudo da SEAP é claro no sentido de que a perda de peso pode sim ser decorrente de um retorno do câncer. Enfim, este é o cenário."


Vão deixar Roberto Jefferson morrer na cela?”

O padre Kelmon, que foi candidato à presidência pelo PTB, divulgou um vídeo em que Ana Lúcia Jefferson, esposa de Roberto Jefferson, faz um apelo desesperado por ajuda para levá-lo a um hospital particular. Padre Kelmon disse: “é desumano o que estão fazendo com o Roberto Jefferson, qualquer preso tem direito de atendimento médico. Ninguém está pedindo a soltura, É UM ATENDIMENTO MÉDICO!”

O deputado Marcelo Crivella fez um apelo da tribuna da Câmara, ressaltando o aspecto humanitário e pedindo a transferência de Roberto Jefferson para um hospital particular. O deputado lembrou: “não existe nesse país pena de morte. Não podemos permitir que um brasileiro seja condenado à morte de maneira transversa se não dermos a ele o socorro necessário”.

O senador Magno Malta divulgou um vídeo pedindo o direito ao tratamento, lembrando que Roberto Jefferson tem diversos problemas anteriores de saúde. Ele disse: “estou pedindo, encarecidamente, também, às autoridades brasileiras. Permita que ele faça o tratamento. É questão de sobrevivência, de dignidade e de humanidade”.

Nenhum comentário