Breaking news

Lula indica Dilma para comandar Banco dos Brics, petista irá receber salário de pelo menos R$ 290 mil por mês


Ex-presidente irá substituir o diplomata Marcos Troyjo, à frente do NBD desde 2020, por indicação do governo Bolsonaro

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) indicou Dilma Rousseff (PT) para comandar o NBD (Novo Banco de Desenvolvimento), conhecido como banco dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). O nome da ex-presidente foi bem recebido pelos países integrantes do bloco econômico.

Dilma deve ficar à frente do NBD até 2025 e poderá estreitar os laços entre Brasil e China. O país asiático é o maior credor do banco dos Brics.

Total pago em vencimentos e benefícios aos seis postos de chefia é de US$ 4 milhões por ano.

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) deve ter seu nome confirmado para presidir o Novo Banco de Desenvolvimento (NBD), conhecido como “Banco do Brics”, que tem sede em Xangai, na China.

No cargo, a petista deverá ter um salário de pelo menos R$ 290 mil por mês.

Como se sabe, o Brics é um bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. Esses países representam 26% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial e somam 42% da população do planeta.

De acordo com o último balanço divulgado pelo NBD, o valor pago em salários e benefícios aos seis cargos de chefia foi de US$ 4 milhões em 2022.

O comando do banco é formado pela presidência e cinco vice-presidências. O relatório não detalha quanto foi pago a cada um dos diretores e informa somente o gasto total.

Em um cenário hipotético, em que a quantia fosse dividida igualmente entre os seis cargos, cada um receberia US$ 55,5 mil mensalmente, o que representa cerca de R$ 290 mil na cotação atual.

 


Nenhum comentário