/> URGENTE: Lula manda e Alexandre de Moraes afasta Ibaneis Rocha do cargo de governador do DF - Folha da Política

Breaking news

URGENTE: Lula manda e Alexandre de Moraes afasta Ibaneis Rocha do cargo de governador do DF


No final da noite deste domingo (8), o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu afastar o governador do Distrito Federal do cargo por 90 dias.

Moraes atendeu a pedido da Advocacia-Geral da União (AGU) de Lula, “em face da prática de atos terroristas contra a democracia e as instituições brasileiras”, e pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede).

“A escalada violenta dos atos criminosos resultou na invasão dos prédios do Palácio do Planalto, do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal, com depredação do patrimônio público, conforme amplamente noticiado pela imprensa nacional, circunstâncias que somente poderiam ocorrer com a anuência, e até participação efetiva, das autoridades competentes pela segurança pública e inteligência, uma vez que a organização das supostas manifestações era fato notório e sabido, que foi divulgado pela mídia brasileira”, escreveu o ministro em decisão.

“O descaso e conivência do ex-Ministro da Justiça e Segurança Pública e, até então, Secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Anderson Torres, com qualquer planejamento que garantisse a segurança e a ordem no Distrito Federal (…) só não foi mais acintoso do que a conduta dolosamente omissiva do Governador do DF, Ibaneis Rocha, que não só deu declarações públicas defendendo uma falsa ‘livre manifestação política em Brasília’ – mesmo sabedor por todas as redes que ataques às instituições e seus membros seriam realizados – como também ignorou todos os apelos das autoridades para a realização de um plano de segurança semelhante aos realizados nos últimos dois anos em 7 de setembro, em especial, com a proibição de ingresso na Esplanada dos Ministérios pelos criminosos terroristas; tendo liberado o amplo acesso”, escreveu Moraes.

O ministro afirmou ainda que os ataques aos prédios e às instituições da República foram “desprezíveis” e não ficarão impunes.

Mais cedo, Ibaneis Rocha (MDB), pediu desculpas às autoridades federais pela invasão por extremistas de direita às sedes dos Três Poderes, em Brasília, neste domingo (8).

“Não acreditávamos em momento nenhum que essas manifestações tomariam a proporção que tomaram. São verdadeiros vândalos, verdadeiros terroristas, que terão de mim todo o efetivo combate para que sejam punidos. Brasília é palco de manifestações pacíficas”, disse Ibaneis em vídeo.

Em um áudio divulgado pelo site Metrópoles, o secretário de Segurança Pública em exercício, Fernando de Sousa Oliveira, acalma Ibaneis Rocha, uma hora antes da invasão ao Palácio do Planalto, ao Congresso Nacional e ao Supremo Tribunal Federal.

LEIA TAMBÉM: 













Um comentário:

  1. Gente o causador de tudo isso, o único o qual não deu transparência as urnas, não pra qualquer cidadão, mas sim as forças Armadas, é o Xandão, esse sim tem que ser chamado pra se explicar e ser preso, não foi os patriotas que fez isso, tem que ser investigado, suspeito e até gritaram, missão dada missão cumprida. 🤔 Muito estranho não acham?

    ResponderExcluir