/> Lula assina decreto que restringe acesso a armas e munições legais e suspende registro de novos equipamentos de CACs, mas não apresenta nenhum plano para desarmar traficantes e criminosos - Folha da Política

Breaking news

Lula assina decreto que restringe acesso a armas e munições legais e suspende registro de novos equipamentos de CACs, mas não apresenta nenhum plano para desarmar traficantes e criminosos


O agora presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) assinou um decreto que determina a restrição do acesso a armas, munições além de suspender o registro de novos equipamentos usados somente por Caçadores, Atiradores e Colecionadores (CACs), cumprindo uma promessa de campanha que derrubaria o decreto de Jair Bolsonaro (PL).

No decreto consta a proibição do transporte de arma municiada, a prática de tiro desportivo por menores de 18 anos, e reduziu de seis para três a quantidade de armas que um cidadão comum pode ter acesso. Além de suspender novas autorizações a clubes de tiro até que surja uma nova legislação.

A partir de agora, para receber o documento que autoriza o porte de arma, é necessário a comprovação da necessidade. E o recadastramento no Sistema Nacional de Armas (Sinarm), administrado pela Polícia Federal, em até 60 dias, de todos os equipamentos adquiridos a partir de 2019.


4 comentários:

  1. Comprem armas clandestinas e escondam para se protegerem desse governo comunista. Jamais entreguem suas armas. O país precisa entrar para a desobediência civil, já q não tem mesmo lei, nós é q devemos fazer as nossas.

    ResponderExcluir
  2. Apenas 7 dias e já temos uma amostra do que mais virá desse desgoverno. O MONSTRO COMUNISTA está em gestação. Se deixarmos esse MONSTRO nascer, estaremos ferrados. DEUS nos acuda!

    ResponderExcluir
  3. Os traficantes também serão desarmados? Ou somente os cidadãos de bem mesmo?

    ResponderExcluir