/> Humorista petista que imitava Dilma admite que não foi assaltado e que mentiu ao prestar queixa. (VÍDEO!) - Folha da Política

Breaking news

Humorista petista que imitava Dilma admite que não foi assaltado e que mentiu ao prestar queixa. (VÍDEO!)


Gustavo Mendes se manifestou após conclusão do inquérito da Polícia Civil de Juiz de Fora

Nesta terça-feira (17), o humorista Gustavo Mendes usou as redes sociais para admitir que não foi vítima de assalto. Ele se manifestou, por meio de um vídeo, após a conclusão do inquérito da Polícia Civil de Juiz de Fora, Minas Gerais.

Mendes destacou que foi agredido com duas pedradas na cabeça.

– Venho aqui esclarecer exatamente o que aconteceu: primeiro, eu preciso lembrar para vocês que eu tomei duas pedradas na cabeça bem fortes. Não aconteceu o pior, mas foram dadas para matar. E quando você leva uma pancada na cabeça, você não lembra direito o que aconteceu – falou.

O humorista explicou que saiu de um bar e não se lembrava de ter sido abordado por uma mulher que pediu dinheiro.

– Uma mulher me para às 4 horas da manhã e eu dou uma resposta ríspida pra ela. Estava com medo, de madrugada, na rua. Ela me pede dinheiro e eu tenho uma frase que eu sempre digo quando me pedem dinheiro “tenho, mas não vou”. Ela foi, falou para o marido dela que estava logo atrás e ele veio tirar satisfação comigo – disse.

Ainda de acordo com o relato, uma pequena discussão teve início e o companheiro da mulher pegou duas pedras para acertar Gustavo.

– Fato é que eu me equivoquei nessa denúncia, mas o ato em si está ali. Eu fui vítima dessa agressão, sofri uma agressão e poderia estar morto a essa hora.

No início do mês, o humorista havia usado o Instagram para dizer que tinha sido agredido em uma tentativa de assalto.

Nenhum comentário