/> General Tomás já era o nome preferido por Alexandre de Moraes para o comando do Exército antes da indicação de General Arruda. - Folha da Política

Breaking news

General Tomás já era o nome preferido por Alexandre de Moraes para o comando do Exército antes da indicação de General Arruda.


O general Tomás Miguel Ribeiro Paiva será o novo comandante do Exército, após a exoneração do general Júlio César de Arruda. Paiva era o nome favorito do ministro Alexandre de Moraes e de aliados do PT, como o ex-ministro da Defesa, Raul Jungmann.

José Múcio, atual ministro da Defesa, usou o critério de antiguidade, conforme a tradição das Forças Armadas. 

O nome de Arruda não foi bem aceito desde a indicação, principalmente por ser considerado o “mais bolsonarista”. A ala mais extrema do PT considera que Arruda foi omisso diante dos acampamentos que pediam a intervenção militar.

Já o General Paiva foi o comandante do Batalhão da Guarda Presidencial, em Brasília (DF), foi ajudante de ordens do presidente Fernando Henrique Cardoso e Assessor Militar do Brasil junto ao Exército do Equador. Ele ganhou notoriedade nesta semana após seu discurso favorável ao resultado das urnas.

2 comentários: