/> Deputado Van Hattem reage após posse de Lula e anuncia maior oposição da história: ‘ex-presidiário, inimigo da nação’. (VÍDEO!) - Folha da Política

Breaking news

Deputado Van Hattem reage após posse de Lula e anuncia maior oposição da história: ‘ex-presidiário, inimigo da nação’. (VÍDEO!)


O deputado federal Marcel Van Hattem, em live transmitida pelas redes sociais, comentou a cerimônia de posse do Lula e falou sobre as perspectivas para o país sob o novo governo. O deputado recomendou, ironicamente, a Lula e sua equipe, que aproveitem bem os primeiros 30 dias, pois, a partir de 1º de fevereiro, o Congresso retomará suas atividades e o governo deve enfrentar forte oposição. 

O deputado lembrou que já vinha alertando que qualquer solução para a situação política só poderá vir do Congresso. Ele lembrou que, em 2022, conseguiu mais assinaturas que as necessárias para instaurar uma CPI para investigar os abusos de autoridade do STF e do TSE, e manifestou confiança de que conseguirá coletar novamente as assinaturas na nova composição do Congresso. 

Sobre a necessidade de atuação do Congresso e de cobrança pelos cidadãos, Van Hattem disse: “numa democracia representativa, este é o caminho. Por mais defeitos que tenhamos na nossa democracia, que é jovem, que já passou por uma série de percalços, por mais difícil que vá ser esse novo mandato, porque temos um novo componente, que é uma ditadura do judiciário… certos membros que já romperam com seu compromisso constitucional, e por isso romperam com o estado de direito, acabarão por impor um desafio a mais para quem é parlamentar”. 

O deputado alertou: “Nós precisamos nos organizar. Nós precisamos fazer a nossa parte, e ela é por meio de uma oposição forte e consistente”. O deputado afirmou: “Mesmo que seja um grupo pequeno, desde que seja coeso e organizado, ele consegue influenciar e muito os colegas parlamentares”. Ele lembrou que, graças à pressão popular, foi possível fazer o impeachment de Dilma e será possível fazer muitas outras coisas. 

Marcel Van Hattem pediu união da direita, com conservadores e liberais, para enfrentar um inimigo comum. Ele disse: “adversário político, sim, mas também inimigo da nação. É  inimigo da nação brasileira. Ele precisa ser derrotado dia após dia, e é por isso que a oposição tem que ser implacável”. 

A ditadura da toga segue firme. O Brasil tem hoje presos políticos e jornais, parlamentares e influenciadores censurados. A Folha Política tem toda sua receita gerada desde 1º de julho de 2021 confiscada por uma ‘canetada’ do ministro Luis Felipe Salomão, ex-corregedor do TSE, com o aplauso e o respaldo dos ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. Além disso, todas as receitas futuras do jornal obtidas por meio do Youtube estão previamente bloqueadas. Há mais de 18 meses, todos os rendimentos do jornal estão sendo retidos sem justificativa jurídica. 

Nenhum comentário