/> Humoristas do Canal Hipócritas saíram do Brasil para não ser presos pela ditadura de Alexandre de Moraes - Folha da Política

Breaking news

Humoristas do Canal Hipócritas saíram do Brasil para não ser presos pela ditadura de Alexandre de Moraes


 Bismark Fugazza e Paulo Souza receberam a informação de que estariam na mira do ministro do Supremo Tribunal Federal

Os humoristas Paulo Souza e Bismark Fugazza, do Canal Hipócritas, saíram do Brasil para não ser presos pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal. A informação foi obtida com exclusividade por Oeste.

“Há dez dias, recebemos uma informação de uma fonte muito quente de que os nossos nomes estariam na lista de um mandado de prisão”, revelou Souza, ao acrescentar que o nome do jornalista Oswaldo Eustáquio também estaria na mira do magistrado. “Por isso, tomamos a decisão de sair do Brasil.”

Segundo Fugazza, Moraes está agindo de maneira inconstitucional. “Ele dá o mandado na mão da polícia, e ela prende”, afirmou. “Somente depois a polícia coloca no sistema que a pessoa foi presa. Por isso, não sabemos se realmente existe esse mandado de prisão. Mas, como foi uma fonte em que confiamos muito que nos deu essa informação, resolvemos sair do país. Entendemos que as nossas vozes caladas não adiantariam de nada.”

Moraes manda prender humorista e jornalista

Nesta semana, Moraes determinou a prisão de Eustáquio e Fugazza. A informação, no entanto, veio à tona somente nesta segunda-feira, 26, com uma reportagem do jornal Folha de S.Paulo. Ainda não há confirmação dos motivos que levaram o magistrado a tomar tal decisão.

Na semana passada, Bismark, Souza e Eustáquio denunciaram Moraes à Corte Interamericana de Direitos Humanos. Eles acusam o magistrado de violar “os direitos de liberdade de expressão” no país, com “várias prisões temporárias decretadas ilegalmente”. Na ação, os três também denunciam a aplicação de “multas desproporcionais” aos brasileiros por parte de Moraes, sem o devido processo legal.

 LEIA TAMBÉM: 


















































Nenhum comentário