/> Alexandre de Moraes atende pedido de Lula e antecipa diplomação para 12 de dezembro - Folha da Política

Breaking news

Alexandre de Moraes atende pedido de Lula e antecipa diplomação para 12 de dezembro


Entorno do petista vinha trabalhando para mudar a data da solenidade

A diplomação do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) será antecipada para o dia 12 de dezembro. O entorno do petista vinha trabalhando para mudar a data da solenidade no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O prazo limite para a Corte atestar oficialmente a vitória do candidato eleito é dia 19 de dezembro, segundo o cronograma da Justiça Eleitoral. O TSE, no entanto, decidiu mudar a data e marcou a cerimônia para começar às 14h do dia 12 do próximo mês.

Antes de serem diplomados como presidente e vice eleitos, Lula e Geraldo Alckmin (PSB) precisam ter as contas julgadas e aprovadas no TSE. A avaliação de fontes no Tribunal é de que é viável realizar todos os trâmites entre esta semana e a próxima, a tempo de fazer a diplomação antes do prazo final.

Na semana passada, o ministro relator da prestação de contas da chapa Lula-Alckmin, Ricardo Lewandowski, pediu para que a campanha fizesse esclarecimentos sobre irregularidades apontadas pela área técnica nas contas, como duplicidade de gastos.

A campanha de Lula protocolou as novas informações solicitadas pelo TSE no último sábado (26). No dia seguinte, Lewandowski encaminhou o processo de prestação de contas novamente à área técnica do tribunal.

Naquele mesmo sábado, Lewandowski participou de evento que reuniu empresários, políticos e magistrados no Guarujá, em São Paulo. Na ocasião, o ministro teve uma reunião reservada de cerca de 40 minutos com Alckmin. A previsão de petistas é de que as contas sejam julgadas na semana que vem, em data próxima ao dia 5 de dezembro, abrindo caminho para a diplomação no dia 12.

*AE


Um comentário:

  1. É até engraçado o teatro dessa cambada de comunistas do STF. Como um criminoso, eleito por causa de haverem fraudado as urnas, ter a ficha limpa de um dia para o outro. É cômico para não ser trágico.

    ResponderExcluir