Breaking news

Eleitora de lula invade igreja, agride pessoas e manda pastor calar a boca durante culto em PE. (ASSISTA!)



Pastor da Igreja Verbo da Vida vai processar a mulher por vilipêndio

Uma mulher vestida de vermelho aparece em vídeos gravados na Igreja Verbo da Vida em Petrolina, Pernambuco, gritando palavras contra o presidente Jair Bolsonaro (PL) e mandando o pastor calar a boca.

O pastor falava sobre as ofertas e a mulher começou a gritar que Bolsonaro vai para o inferno. Testemunhas disseram que ela chegou a agredir um diácono da igreja.

O caso aconteceu na noite deste domingo (2) após as eleições. Apoiadora de Lula (PT), a mulher tentou tumultuar o culto ao criticar o atual presidente da República.


PASTOR VAI LEVAR CASO À JUSTIÇA

O pastor presidente da igreja, Edilson de Lira Vasconcelos, postou trechos do que aconteceu em suas redes sociais e esclareceu que o caso será levado para a Justiça.

– “Bolsonaro vai para o inferno!”. Foi com essa frase que centenas de pessoas em nosso culto de domingo às 18h foram obrigadas a ouvir, de uma senhora de vermelho que se levantou para perturbar e vilipendiar o culto, crime tipificado no artigo 208 do Código Penal Brasileiro, e que tem como pena “detenção, um mês a um ano, ou multa” – afirmou.

Vasconcelos criticou a esquerda e comentou sobre o que tem acontecido na Nicarágua, onde padres, bispos e freiras estão sendo perseguidos pelo presidente Daniel Ortega, presos e até expulsos do país.

– Você quer em 2023 um presidente que seja conivente com esses agravos em nossas igrejas? Você quer eleger alguém que defende pessoas como essa senhora do vídeo? – questionou o pastor.

O pastor continuou dizendo que há muitos valores em jogo neste segundo turno, como a defesa da liberdade, da propriedade privada, o combate às drogas, o combate à violência, a proteção da vida, o livre mercado e a inocência das crianças.

– Neste domingo, eu vi celebrando nas redes sociais: ateus, satanistas, presidiários, corruptos, traficantes, funkeiros promíscuos, artistas imorais, prostitutas e ativistas LGBTQIA+. É do lado deles que você quer ficar? Ainda dá tempo de impedirmos uma tragédia em nosso país! – alertou.

Nenhum comentário