Breaking news

Música que exalta o agronegócio incomoda e gera polêmica


Letra de Caipira Forever expõe hipocrisia de quem critica o agro

A música Caipira Forever, das duplas Hugo & Castellari e Us Agroboy, está gerando polêmica nas redes sociais e levantando discussões sobre a importância do agronegócio no Brasil. A letra exalta o setor e sugere hipocrisia de quem o critica, mas usufrui dos produtos oriundos da atividade econômica.

– Falando mal do agro com a picanha no prato. De onde vem a gela que cê (sic) bebe e a carne que cê (sic) come? – diz trecho da música.

A tendência de músicas que retratam o agronegócio vem sendo chamada de “agronejo”. A discussão ficou ainda mais inflamada após o jornalista musical GG Albuquerque dizer que o “agronejo é o retrato mais cruel do Brasil atual”.

– “Falando mal do agro com a picanha no prato”, cantam eles, enquanto 60 milhões de pessoas (um em cada três brasileiros) enfrentam insegurança alimentar – diz uma das publicações do jornalista, que geraram muitas reações negativas.

– Mas se o campo não produzir a cidade não come, problema do Brasil não do Agro, problema do Brasil e gente militando demais na internet – rebateu uma internauta.

– A militância descobrindo que o leite não nasce da caixinha, e o arroz não brota na prateleira – disse outra.

Camila Telles, produtora rural e influenciadora, também reagiu às falas do jornalista, por meio de um vídeo. Ela apontou que músicas com letras como “senta” e “quica” – muitas vezes ouvidas e dançadas por crianças – não incomodam os lacradores.

– Entre os problemas do Brasil, o agro está mais para solução. E não é só no Brasil que a picanha está cara não – disparou.

LEIA TAMBÉM: 

 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();