Breaking news

Justiça ordena bloqueio de contas bancárias do petista Pabllo Vittar



A ação é referente a débitos da compra de um apartamento em Uberlândia

Por causa de uma dívida referente à compra de imóvel em Uberlândia, Minas Gerais, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios ordenou o bloqueio das contas bancárias de Pabllo Vittar.

O caso está na Justiça desde 2018 e segundo dados do processo, a compra do imóvel ocorreu em 2017.

No último dia 9, a 11ª Vara Cível de Brasília emitiu a ordem de bloqueio das contas ou de fundos de investimentos de Vittar pela falta de pagamento.

Assinada pelo juiz Ernane Fidelis Filho, a decisão informa que foram encontrados nas contas de Pabllo cerca de R$ 140 mil que era o valor devido na compra do apartamento.

Em nota, a assessoria de imprensa de Vittar declarou que apenas a conta corrente de Pabllo foi bloqueada e que espera que o caso seja revertido na Justiça.

– Assim que tomou ciência da situação, a sua equipe jurídica tomou as devidas providencias e espera reverter essa decisão em breve, uma vez que houve completo cerceamento do direito ao devido processo legal, ampla defesa e contraditório. Trata-se de grande equívoco que espera seja revertido pela Justiça – diz nota enviada à CNN.

LEIA TAMBÉM: 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();