Breaking news

Governo Bolsonaro com pandemia e guerra gerou mais empregos do que Dilma Rousseff PT em seus dois mandatos



Entre janeiro de 2019 e junho deste ano, já foram gerados cerca de 4,5 milhões de empregos com carteira assinada no Brasil, e a expectativa na área econômica é que, com a divulgação dos números de julho, esse desempenho supere todo o primeiro mandato do governo Dilma (PT), quando não houve pandemia, tampouco uma guerra com reflexos no preço dos combustíveis, e a crise econômica não deveria se comparar àquela decorrente da paralisia provocada pela covid.


Resumo da obra

Nos cinco anos e quatro meses de Dilma à frente do Planalto, foram apenas 3,2 milhões de vagas, número atingido por Bolsonaro em 2021.

Pandemia petista

Segundo dados do Caged, Dilma gerou 1,9 milhão de empregos logo no primeiro ano, mas foi ladeira abaixo e fechou quase todas em 2015.


Carteira assinada

Foi em 2021 o recorde de geração de 2,7 milhões de empregos, o que pode se repetir este ano e fazer o total se aproximar dos 6 milhões.


Expectativa

Apesar da desastrosa política econômica e do fraco desempenho na geração de empregos, Dilma acabaria reeleita.

4 comentários:

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();