Breaking news

Forças Armadas serão aquilo que o governo do PT quiser, diz Lula

Petista aproveitou para atacar os 'conservadores' do Itamaraty

Durante o lançamento de um livro do fotógrafo Ricardo Stuckert, na capital paulista, Lula deu uma declaração polêmica sobre a política externa e os militares. “O Itamaraty será aquilo que o governo decidir o que ele seja”, afirmou, na segunda-feira 22. “Como as Forças Armadas serão, como todas as instituições do Estado serão aquilo que o governo quiser que seja.”

O petista disse ainda que há “muitas pessoas conservadoras” no Itamaraty e que não é a instituição que define as políticas que serão colocadas na prática. “Quem define é o Estado e é através de políticas do governo que o Itamaraty pode agir mais ou agir menos”, observou o ex-presidente.

“Se você tem um governo que não define que política que você quer, que não te dá orientação, é muito mais fácil ficar na embaixada servindo drinque ou ir à embaixada dos outros tomar drinque”, complementou Lula, ao mencionar que, sob Bolsonaro, o Brasil vive um “empobrecimento das relações exteriores”.

Segundo Lula, algo que o “orgulha” é que, durante sua gestão, a política externa do Brasil foi “ativa e altiva”. “Nunca falamos grosso com Bolívia, Uruguai, São Tomé e Príncipe ou Timor Leste”, disse. “Nunca permitiu que a gente falasse grosso, mas também nunca permitiu que a gente falasse fino com os EUA.”



Colômbia, Zé Dirceu e o PT

A declaração do ex-presidente ocorreu uma semana depois de o presidente da Colômbia, Gustavo Petro, mudar o comando das Forças Armadas. Um dos generais, por exemplo, é formado em direitos humanos. Petro disse ontem que quer transformar os militares em “forças de paz”, além de estabelecer diálogo com a guerrilha de extrema esquerda do país.

Articulador da campanha política de Lula, o ex-ministro Zé Dirceu publicou um artigo em 2021 defendendo “rever o papel das Forças Armadas”. Depois de acusar os militares de “imiscuírem-se da política”, disse que a presença deles na política “impossibilita a democracia”. Entre outras propostas, Zé Dirceu propõe mudar o artigo 142 “para que não restem dúvidas de que as Forças Armadas não são o poder moderador da sociedade”.

Em 2016, após o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, o PT aprovou uma “autocrítica”. No documento, critica não ter aumentado a sua influência sobre a Polícia Federal, o Ministério Público e as Forças Armadas.

8 comentários:

  1. FFA.... O GOLPE TA PRONTO. OU VCS SALVEM O BRASIL AGORA OU VAMOS TODOS PRO INFERNO COM O PT.

    ResponderExcluir
  2. Que Deus nos livre dessa esquerda, os maiores ladroes do mundo!

    ResponderExcluir
  3. Por este motivo me lancei a Deputado Federal pelo Estado do rio de janeiro Suboficial Anderson vilela Instagram andersonvilelaofc sigam lá vamos pra cima #forcasarmadas

    ResponderExcluir
  4. S.O.S FFAA salvem o Brasil, o ex presidiário está com o golpe pronto para transformar nosso país numa república socialista, num regime ditatorial e totalitário. Ajudem por misericórdia FFAA do Brasil, instituição permanente pertencente ao povo patriota, que amam vcs e essa nação !🇧🇷

    ResponderExcluir
  5. Acho estupidez esperar eleições,pois com certeza a fraude está pronta.
    142 já
    e livra o Brasil desses ladroes

    ResponderExcluir
  6. Forças armadas agora ou nunca.

    ResponderExcluir

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();