Breaking news

Com Bolsonaro no Jornal Nacional, Globo bate recorde de audiência e tem maior ibope da tv brasileira de 2022




O grande assunto do dia nesta segunda (22), a entrevista do presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL) no Jornal Nacional elevou bastante os números de audiência da Globo. A conversa alcançou o maior pico de audiência da televisão brasileira em 2022, superando a final do Mundial de Clubes de 2022 entre Chelsea x Palmeiras na Band em fevereiro.

Não foi somente o telejornal que se beneficiou, mas toda a programação que veio anteriormente. A sabatina com Bolsonaro foi bem tanto na capital paulista, principal mercado do país, como no Rio de Janeiro, em que o bolsonarismo é forte.

Segundo dados prévios de audiência obtidos pelo Notícias da TV, a entrevista de William Bonner e Renata Vasconcellos com Jair Bolsonaro marcou 32,3 pontos de média com picos de 36.

A Record e o SBT ficaram 6; e a Band obteve com 3. A conversa de 40 minutos, que ficou no ar das 20h31 às 21h11, cresceu os números em 21,4% em relação à segunda passada (27 pontos).

LEIA TAMBÉM: 

No Rio de Janeiro, um resultado ainda melhor: o JN chegou a picos de 40 durante a entrevista. A Record e SBT ficaram com 5 e a Band 1. A entrevista também teve grande repercussão nas redes sociais e foi disparado o assunto mais comentado, a grande maioria com críticas para falas do presidente.

A expectativa para a entrevista de Jair Bolsonaro (PL) no JN fez com que a entrevista fosse o grande assunto do dia até mesmo em canais concorrentes. A CNN Brasil colocou dois repórteres na porta dos Estúdios Globo. A Jovem Pan fez a mesma coisa e tentou analisar o que Bolsonaro poderia fazer.

A expectativa pela entrevista de Jair Bolsonaro fez com que Cara e Coragem e a estreia da novela Mar do Sertão se beneficiassem. A trama de Mário Teixeira que entrou no lugar de Além da Ilusão marcou média de 21 pontos com picos de 23. Já Cara e Coragem alcançou 23 pontos com picos de 26 --seu maior número desde a semana de estreia, em maio.

Durante os 40 minutos, a entrevista foi quente. Por diversas vezes, William Bonner e Renata Vasconcellos elevaram o tom por conta das rebatidas de Bolsonaro. O presidente acusou Bonner, em dado momento, de divulgar uma notícia falsa. Em outro, ele criticou a Globo pelo "fique em casa" promovido durante o auge da pandemia da Covid-19.

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();