Breaking news

Vídeo mostra a troca de tiros entre em Foz do Iguaçu



A intolerância política em Foz do Iguaçu 

 O agente penitenciário estava levando a esposa para o evento, a convite da companheira do aniversariante e ao chegar lá verificou que a festa tinha um tema lulopetista.

José Jorge não gostou e não quis deixar a esposa no local. Os dois casais acabaram se desentendendo e trocando ofensas, quando o aniversariante jogou um copo de cerveja na cara do agente penitenciário, que deixou o local, prometendo voltar a se vingar, fato que aconteceu horas mais tarde.

Ele entrou no salão e desferiu tiros de pistola contra Marcelo Arruda, que também estava armado e atirou.

Alguns detalhes chamam atenção nas câmeras de vigilância. Convidados da festa chutaram a cabeça do agente penitenciário. Marcelo Arruda foi socorrido prioritariamente. Jorge José da Rocha permaneceu deitado no local, enquanto misteriosamente alguns convidados descaracterizavam, adulterando a cena do crime, tirando enfeites alusivos a Lula.

Iniciada as investigações, a polícia contradiz logo de cara uma das afirmações da mídia.

Vídeo que viralizou nas redes sociais mostra o momento em que o guarda municipal Marcelo Arruda, apoiador de Lula, e o agente penitenciário Jorge José da Rocha Guaranho, apoiador de Bolsonaro, trocaram tiros durante a festa de aniversário do militante petista, na madrugada deste domingo, em Foz do Iguaçu. Ambos morreram.

Segundo a polícia, o homem que atirou contra Marcelo Arruda foi o policial Penal Federal Jorge Jose da Rocha Guaranho. O suspeito foi baleado pela vítima, que revidou, e encaminhado ao hospital.

Nas imagens da câmera de segurança, o tesoureiro do PT aparece caindo no chão do salão após ser atingido por um primeiro tiro. O atirador entra no local e faz um segundo disparo.

Nenhum comentário