Breaking news

Governo Bolsonaro irá pagar duas parcelas de R$ 1000 de auxílio para taxistas e caminhoneiros em agosto



Os pagamentos se referem aos meses de julho e agosto de 2022

O Bem Caminhoneiro e Bem Taxista – programas sociais de assistência aos trabalhadores do transporte interestadual e urbano, respectivamente – serão pagos a partir do mês que vem, informou (25) o ministro do Trabalho e Previdência, José Carlos Oliveira, após determinação do presidente Jair Bolsonaro.

Mais de 640 mil caminhoneiros serão beneficiados. Não há, até o momento, informação sobre o número de taxistas que terão direito.

Divididos em seis parcelas de R$ 1 mil cada, os auxílios serão pagos a todos os caminhoneiros autônomos cadastrados no sistema da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT) do Ministério da Infraestrutura até 31 de maio de 2022.

 LEIA TAMBÉM: 

As parcelas serão pagas por cadastro de pessoa física (CPF) e independem da quantidade de veículos cadastrados em nome do beneficiário.

Segundo informou Oliveira, o primeiro crédito ocorrerá em 9 de agosto e será duplo: referente à parcela de julho e de agosto. Portanto, os beneficiários terão direito a R$ 2 mil neste mês. A segunda parcela será paga em 24 de setembro; a terceira em 22 de outubro; a quarta em 26 de novembro e, por fim, a última parcela em 17 de dezembro.

Os pagamentos serão realizados da mesma maneira que o auxílio emergencial e o Auxílio Brasil, explicou o ministro. Os dados dos beneficiários serão repassados para a Caixa, que criará uma conta digital em nome dos taxistas e caminhoneiros. De posse da documentação, os profissionais poderão procurar as agências mais próximas para solicitar o cartão e utilizar os fundos.

Para tanto, o governo federal alocou cerca de R$ 5,4 bilhões para os auxílios. O ministro informou, ainda, que há a obrigação de ter carteira nacional de habilitação (CNH) válida no momento de solicitar o benefício.

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();