Breaking news

URGENTE: TRF-1 determina soltura de ex-ministro da Educação Milton Ribeiro



Decisão foi tomada pelo desembargador Ney Bello e vale "até o julgamento de mérito pelo colegiado da Terceira Turma"

O desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), suspendeu a prisão preventiva do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro. A decisão, tomada nesta quinta-feira (23), valerá “até o julgamento de mérito pelo colegiado da Terceira Turma” do TRF1.

Segundo a decisão do desembargador, os fatos investigados na operação não são atuais e a prisão preventiva não pode ser justiicada, já que existem diversas medidas cautelares que podem ser tomadas pela Justiça, antes da privação de liberdade.

Ribeiro tinha sido preso preventivamente nesta quarta-feira (22), em Santos, São Paulo. A detenção decorreu do cumprimento de um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça no âmbito da operação Acesso Pago, deflagrada pela Polícia Federal (PF).

De acordo com a PF, a operação teve como objetivo investigar a prática de tráfico de influência e corrupção para a liberação de recursos públicos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão que é vinculado ao Ministério da Educação (MEC).

O mandado de prisão preventiva expedido contra Milton Ribeiro, assinado pelo juiz federal Renato Borelli que em outras ocasiões criticou o presidente Bolsonaro.

LEIA TAMBÉM:

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();