Breaking news

PCO chama Alexandre de Moraes de “ditador” e defende “dissolução do STF”



Partido se manifestou após o ministro determinar o bloqueio das redes sociais da sigla em até 24 horas

Após o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinar o bloqueio das redes sociais do Partido da Causa Operária (PCO) em até 24 horas, a legenda se manifestou nas redes sociais. No Twitter, o PCO chamou Moraes de “ditador”, disse que a Corte se coloca “em oposição à liberdade de expressão” e defendeu a “dissolução” do STF.

O partido é acusado de atacar ministros da Suprema Corte e, por esse motivo, está na mira do inquérito das fake news, cujo relator é Moraes. A inclusão da sigla na apuração ocorre após o PCO chamar o magistrado de “skinhead de toga” e defender o fim do STF.

Na determinação, assinada nesta segunda-feira (20), o ministro estipulou uma multa de R$ 20 mil diários caso as plataformas descumpram a decisão.

– O ditador Alexandre de Moraes determinou o fechamento das redes do PCO em 24h, sendo o descumprimento das ordens passível de multa. O STF se coloca não só em oposição a liberdade de expressão como de organização partidária. É uma corte inconstitucional que deve ser dissolvida – apontou o PCO no Twitter.

LEIA TAMBÉM:

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();