Breaking news

Nunes Marques devolve mandato de deputado delegado Francischini cassado por questionar urnas eletrônicas


 

Em 2021, Fernando Francischini perdeu cargo acusado de propagar notícias falsas, simplesmente por ter questionado as urnas eletrônicas

O ministro Kassio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), devolveu o mandato do deputado estadual do Paraná Fernando Francischini (União Brasil), cassado em outubro do ano passado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). À época, o parlamentar foi acusado de propagar informações falsas contra as urnas eletrônicas nas redes sociais.

A decisão monocrática de Nunes Marques devolve o mandato de maneira imediata a Francischini. “Defiro, em parte, com a consequente restauração da validade dos mandatos dos requerentes e das prerrogativas de sua bancada no contexto da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná, preservando-se as situações jurídicas consolidadas e a validade de todos os atos praticados pelos parlamentares diplomados ante a retotalização dos votos realizada”, citou na decisão .

O parlamentar entrou com pedido junto ao STF em fevereiro. A decisão saiu nesta quinta-feira, 2.

Decisão do TSE em 2021

No ano passado, a decisão do TSE havia deixado Francischini inelegível por oito anos — até 2026. Em entrevista ao programa Os Pingos nos Is, da Jovem Pan, Francischini disse que deve voltar ao cargo de deputado estadual entre esta sexta-feira, 3, e segunda-feira, 6.

LEIA TAMBÉM: 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();