Breaking news

MST de Lula invade e depredam fábrica da Bayer em São Paulo; Veja o vídeo.



Episódio ocorreu nesta sexta-feira

O grupo terrorista MST – Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – vandalizou, na sexta-feira (10/06), a sede da farmacêutica Bayer no munícipio de Jacareí, próximo a cidade de São Paulo. Cerca de 100 marginais incendiaram pneus, destruíram estruturas e picharam as paredes do galpão da empresa.

De acordo com os invasores, conhecidos pela tortura aos animais das fazendas que eles invadem e o terrorismo que fazem aos moradores, a Bayer exporta para o Brasil “substâncias proibidas em boa parte do mundo”. No Twitter, o MST escreveu que “uma pessoa morre de envenenamento por agrotóxico a cada dois dias”.

O ato do MST foi contra a produção de agrotóxicos no local.

Segundo a Bayer, os manifestantes fizeram pichações e usaram pneus para atear fogo em uma estrutura que tem o logotipo da empresa.

O grupo não chegou a entrar no prédio.

– Condenamos veementemente a violência e os danos cometidos durante a manifestação nos escritórios da Bayer. Estamos sempre abertos ao diálogo e à transparência, mas a ação violenta é inaceitável em uma sociedade democrática, e totalmente contrária aos nossos valores. Estamos cientes das preocupações dos manifestantes, mas estamos convencidos ao mesmo tempo de que precisamos de sementes com tecnologia inovadora, proteção de cultivos e soluções digitais para enfrentarmos alguns dos maiores desafios do nosso tempo: produzir alimentos suficientes para uma população mundial crescente utilizando menos recursos – disse a empresa, por meio de nota.

Nas redes sociais, o MST publicou fotos do protesto.





Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();