Breaking news

Flamengo perde por 2 a 1 para o lanterna Fortaleza e deixa o Maracanã sob xingamentos e vaias


Em jogo tenso no Maracanã, o Leão do Pici conquistou a primeira vitória na Série A do Campeonato Brasileiro graças a um gol de Hércules, já nos acréscimos da etapa final

Diante de quase 64 mil torcedores no Maracanã, Flamengo e Fortaleza disputaram um jogo tenso, como as situações dos times indicavam que seria, e que terminou de maneira dramática. Com um gol de Hércules, aos 46 minutos da etapa final, o Leão venceu por 2 a 1. Foi a primeira vitória dos cearenses nesta Série A do Brasileirão.

O Rubro-Negro, que poderia ter encostado no G4, deixou o campo sob vaias e xingamentos depois de mais uma atuação ruim. Com o resultado deste domingo, o time de Pablo Vojvoda segue na laterna, mas agora com cinco pontos. A equipe de Paulo Sousa, com 12, é o o 10º colocado. Confiraa tabela e a classificação completa aqui!

Na próxima quarta, dia 8, o Flamengo vai a São Paulo enfrentar o Red Bull Bragantino. Já o Fortaleza, na quinta, recebe o Goiás no Castelão.

CHANCES, DOMÍNIO E GOL DO FORTALEZA

A tabela poderia indicar uma partida fácil, mas o desempenho do lanterna Fortaleza não condizia com a pontuação do time de Pablo Vojvoda neste Série A. No Maracanã, o Leão ignorou a pressão da torcida rubro-negro e, com transições rápidas para sair da defesa e atacar as costas da defesa adversária, dominou o primeiro tempo.

Logo aos cinco minutos, Pikachu encontrou Robson nas costas de Pablo, mas o camisa 7 acertou a trave. Aos 23, a mesma jogada terminou com chute de Romarinho para fora. Dois minutos depois, quem errou foi Arão. O passe era para Rodrigo Caio, mas ficou nos pés de Jussa, que só teve o trabalho de lançar para Robson. Cara a cara com Hugo, o camisa 7 encobriu e abriu o placar no Maracanã.​

 LEIA TAMBÉM:

EVERTON RIBEIRO PÔE FLAMENGO NO JOGO

Além dos erros individuais, o Flamengo fez 45 minutos iniciais de desempenho coletivo péssimo. Tanto que, até os acréscimos, a única finalização certa foi após Boeck trombar com o zagueiro do Fortaleza e a bola ficar viva na área, com Everton Ribeiro chutando rente ao travessão. Aos 48, contudo, o camisa 7 construiu boa jogada, abriu o lance com Ayrton Lucas e apareceu na área para deixar tudo igual.

Com o placar em 1 a 1, Paulo Sousa voltou do intervalo com três mudanças: saíram Pablo, João Gomes e Willian Arão, entraram David Luiz, Thiago Maia e Vitinho. A partida começou aberta: Romarinho finalizou para defesa de Hugo e, na sequência, o Fla respondeu com Pedro, que foi derrubado na área. Após revisão no VAR, o árbitro Leandro Pedro Vuaden marcou pênalti. Na ausência de Gabigol, o camisa 21 foi para a cobrança, fez paradinha, mas acertou a trave.

JOGO QUENTE E ABERTO NO MARACA!

Diferente do primeiro tempo, o Flamengo conseguiu produzir alguns lances de perigo ao longo da etapa final. Como o Fortaleza seguiu perigoso nas saídas em velocidade, a partida ficou aberta e quente, com os jogadores se estranhando em certos lances. Por volta dos 20 minutos, Vitinho, de cabeça, obrigou Boeck a trabalhar. Já Hércules, desviando cruzamento, viu David Luiz tirar quase em cima da linha.

Quando a partida parecia que terminaria mesmo empatada, o Leão respondeu na mesma moeda do Flamengo, com um gol nos acréscimos. Em contra-ataque, Romero partiu para cima de Matheuzinho e finalizou para boa defesa de Hugo Souza. No rebote, Hércules estava livre, dentro da área, e estufou a rede aos 46, garantindo a primeira vitória do Leão no Campeonato Brasileiro.

Alívio para os cearenses, frustração para os rubro-negros, que deixaram o campo sob vaias e xingamentos, especialmente o técnico Paulo Sousa.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1 X 2 FORTALEZA

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data e hora: 5 de junho de 2022, às 16h

​Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Jose Eduardo Calza (RS)

Árbitro de vídeo: Emerson de Almeida Ferreira (RS)

Renda/Público: R$ 2.484.322,50 / 59.294 pagantes / 63.975 presentes

Gols: Robson (0-1, 27’/1ºT), Everton Ribeiro (1-1, 48’/1ºT) e Hércules (1-2, 46’/2ºT)

Cartão amarelo: Pablo, David Luiz e Bruno Henrique (FLA); Ronald, Juninho Capixaba, Landázuri e Robson (FOR)

Cartão vermelho: Não houve.


FLAMENGO (Ténico: Paulo Sousa)

Hugo Souza; Matheuzinho, Rodrigo Caio, Pablo (David Luiz, Intervalo) e Ayrton Lucas (Filipe Luís, 26’/2ºT; Willian Arão (Vitinho, Intervalo), João Gomes (Thiago Maia, Intervalo) , Andreas Pereira e Everton Ribeiro (Lázaro, 37’/2ºT); Bruno Henrique e Pedro.


FORTALEZA (Técnico: Pablo Vojvoda)

Marcelo Boeck; Landázuri, Benevenuto, Titi e Jussa (Lucas Crispim, 45’/2ºT); Ronald (Hércules, 16’/2ºT), Zé Welison, Juninho Capixaba e Yago Pikachu; Romarinho (Moisés, 16’/2ºT) e Robson (Silvio Romero, 29’/2ºT).

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();