Breaking news

Deltan Dallagnol: ‘Não há nada pior do que o PT e Lula voltarem para cena do crime’



O ex-membro do MPF vive uma 'guerra' com petistas por causa da operação que prendeu integrantes do partido por corrupção

Ao responder perguntas de seguidores nas redes sociais, o ex-procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol (Podemos), pré-candidato a deputado federal pelo Paraná, afirmou que não há nada pior para o Brasil do que o PT retornar ao poder.

Dallagnol foi questionado no Instagram sobre quem apoiaria em uma eventual disputa entre Jair Bolsonaro (PL) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no segundo turno da eleição presidencial.

“Por mais que eu não goste de muitas atitudes do atual governo, simplesmente não há nada pior ou mais ameaçador para o futuro do Brasil do que o PT e Lula voltarem para a cena do crime”, disse o ex-coordenador da Lava Jato.

O ex-membro do Ministério Público Federal vive uma “guerra” com petistas por causa da operação que prendeu diversos integrantes do partido e empreiteiros por corrupção. Hoje, o Tribunal de Contas da União (TCU), por meio do ministro Bruno Dantas, apura um suposto uso indevido de verbas e diárias de integrantes da Lava Jato para as ações realizadas nas últimos anos. Para Dallagnol, a investigação é uma forma de vingança. Essa investigação pode deixá-lo inelegível.

Em março deste ano, Dallagnol foi condenado pelo Superior Tribunal de Justiça a pagar cerca e R$ 100 mil ao ex-presidente Lula por causa da apresentação de PowerPoint feita durante investigações da Lava Jato que colocavam o petista como chefe de organização criminosa. De acordo com a Corte, Dallagnol atacou a honra do petista. Em poucos dias, o ex-procurador recebeu cerca de R$ 500 mil de apoiadores para realizar o pagamento ao petista.

LEIA TAMBÉM:

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();