Breaking news

Após ser rejeitado pelo PSDB, Doria anuncia saída da vida pública



Tucano integrará Conselho do Grupo de Líderes Empresariais

Três semanas depois de desistir de sua pré-candidatura à Presidência da República, o ex-governador João Doria reuniu jornalistas para um café da manhã na capital nesta segunda-feira (13). Ele anunciou que vai voltar a atuar no setor privado e permanece no PSDB.

A cúpula tucana resistia à candidatura do ex-governador, que ficou isolado na sigla.

O tucano disse que recebeu um “honroso convite” para integrar, a partir de 1° de julho, o Conselho do Grupo de Líderes Empresariais (Lide), entidade fundada por ele e hoje presidida por seu filho, João Doria Neto.

O ex-chanceler Celso Lafer e o ex-ministro Henrique Meirelles também farão parte do conselho do Lide.

Doria disse que não terá função executiva no grupo, nem será remunerado.

Em um discurso de cerca de 20 minutos, Doria falou sobre os seis anos de vida pública entre as prévias do PSDB para a prefeitura em 2016 e a atribulada disputa interna pela vaga de candidato tucano ao Palácio do Planalto.

– Não sou um profissional da política. Sou um gestor. Mas respeito os profissionais da política – disse Doria.

*AE

LEIA TAMBÉM:

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();