CNN muda tudo para subir ibope, mas perde para Jovem Pan e GloboNews



A CNN Brasil estreou na segunda-feira (4) uma nova programação com o objetivo de tentar incomodar a GloboNews e a Jovem Pan, suas concorrentes mais fortes entre os canais de notícia da TV paga. Mas as diversas mudanças não trouxeram o resultado esperado no primeiro dia, e foram registradas derrotas na faixa matinal e no horário nobre. Nem mesmo programas que normalmente performam bem salvaram o ibope.

Segundo dados de audiência do PNT (Painel Nacional de Televisão) da TV paga obtidos pelo Notícias da TV, a CNN Brasil perdeu para a Jovem Pan na média manhã (7h-12h) por 0,2 x 0,1 ponto; e no horário nobre ficou atrás na disputa com 0,3 x 0,2 ponto. A GloboNews liderou durante todo o dia com vantagem e fechou a segunda-feira com 0,6 ponto.

Os piores desempenhos foram registrados pelo CNN Money, programa de economia que abre a programação, e o novo Expresso CNN com Elisa Veeck e Evandro Cini. O primeiro, exibido das 6h às 7h, marcou traço absoluto de audiência com 0,0 ponto. A Jovem Pan e a GloboNews empataram com 0,2 ponto na liderança.

LEIA TAMBÉM:

Já o Expresso fechou com 0,1 e ficou bem atrás da Jovem Pan, que transmitiu Os Pingos nos Is e marcou 0,6, e do Edição das 18h com Cesar Tralli, que alcançou 1,2 ponto. Durante alguns momentos, o Expresso chegou a ser derrotado também pela BandNews TV e marcou traço em plena faixa noturna, algo que não é comum de acontecer.

As maiores audiências do canal de Rubens Menin foram o Live CNN, de Marcela Rahal e Daniel Adjuto, e o CNN 360 com Daniela Lima. Mas ambos ficaram abaixo do que já alcançaram. Normalmente na briga pela liderança, o Live ficou bem atrás da GloboNews na disputa com o Conexão --0,6 x 0,3 no confronto. Já nos 30 minutos que bateu de frente com o Estúdio i, foram 0,3 contra 1,1 ponto da GloboNews.

A surpresa foi o Jornal da CNN com Monalisa Perrone. Com uma nova linguagem e sem uso de bancada, o noticioso marcou 0,2 ponto e chegou a ganhar da GloboNews na disputa com o Em Pauta durante alguns minutos, atingindo picos de até 0,4 ponto. Com William Waack, o jornal não passava de 0,2 na grande maioria dos dias.

Nas redes sociais, as maiores críticas em relação às mudanças da CNN Brasil foram ao conteúdo. Com exceção do Jornal da CNN, que realmente mudou todo o seu formato para receber a ex-Globo, todos os jornais continuaram com a linguagem que já passaram para o público --o que deixa todos bastante iguais entre si.

Veja o Jornal da CNN com Monalisa Perrone:

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();