Carnaval deve render R$ 200 milhões de prejuízo à Globo


Emissora está com dificuldades para encontrar anunciantes no desfile

Os desfiles das escolas de samba devem render um prejuízo de R$ 200 milhões à Rede Globo este ano devido ao fracasso comercial da transmissão do evento. Segundo informações do colunista Gabriel Vaquer, do Notícias da TV, a emissora disponibilizou seis cotas comerciais para possíveis patrocinadores; mas, há uma semana do festival, apenas uma delas foi comprada. Os anunciantes não têm enxergado vantagem na transação.

O principal motivo da resistência à compra está na quantidade de dias do evento. Nos anos pré-pandemia, os desfiles duravam quatro dias, enquanto, este ano, eles foram encurtados para apenas dois. A Rede Globo, entretanto, não diminuiu o valor das cotas, tentando vender dois dias pelo preço de quatro. Cada cota comercial custa R$ 42,2 milhões.

Além disso, o horário também é um motivo que influencia. As transmissões só ocorrerão após o Big Brother Brasil 2022, depois das 23 horas. Deve-se ressaltar que a data coincide com o feriado prolongado de Tiradentes. Ambos os fatores contribuem para que a audiência seja baixa.

Como parte dos esforços para vender o pacote, a emissora chegou a oferecer descontos em fevereiro. Também incluiu uma exposição extra na reprise do Seleção do Samba. Mas as medidas se mostraram infrutíferas.

Até o momento, apenas a cervejaria Ambev comprou uma das cotas, para divulgar a marca Brahma. Os desfiles acontecerão nos dias 22 e 23 de abril. A transmissão terá apresentação de Maju Coutinho e Alex Escobar.

LEIA TAMBÉM:

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();