Bolsonaro cita vídeo polêmico de ex-marido de Dilma relatando que fazia assaltos com Dilma durante governo militar, ridiculariza deputado do PSOL e aponta falsidade de discurso esquerdista


Em sua live semanal, o presidente Jair Bolsonaro comentou a recusa dos pedidos de pensão por anistia do deputado Ivan Valente e da ex-presidente Dilma Rousseff. O presidente ironizou a suposta “defesa da democracia” que os esquerdistas usam para pedir indenizações e pensões.

O presidente lembrou que o segundo ex-marido da ex-presidente Dilma relatou, em vídeo, que eles assaltavam caminhões de carga na Baixada Fluminense. O presidente lembrou também que, quando deputado, questionou como eram feitos os assaltos, já que eles são desarmamentistas.

Bolsonaro lembrou ainda que o primeiro ex-marido de Dilma sequestrou um avião e levou para Cuba. E apontou que a ex-presidente já acumula 4 pensões e tentava obter a quinta. Bolsonaro acrescentou: “por esses atos que fizeram no passado”. O presidente ironizou: “Quem sabe lá na frente, quando um esquerdista voltar ao poder, ela consiga mais uma pensão”.

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();