Igreja Universal doa 48 toneladas de alimentos para refugiados ucranianos. (VÍDEO!)


Nesta segunda-feira (21), dois caminhões contendo cerca de 48 toneladas de alimentos não perecíveis partiram de Portugal – das cidades de Lisboa e Porto – em direção à Varsóvia, na Polônia, a fim de levar ajuda humanitária a refugiados da Ucrânia.

O número de exilados ucranianos já ultrapassou os 3 milhões de pessoas, de acordo com a Organização Internacional para as Migrações (OIM). Dentre essas, 2 milhões de pessoas buscaram refúgio na Polônia, segundo a guarda de fronteira daquele país.

A iniciativa da Igreja Universal do Reino de Deus de Portugal uniu membros e simpatizantes em favor da causa, para arrecadar alimentos e itens de higiene pessoal para as vítimas da guerra.

“Nós estamos em uma grande mobilização em Portugal e também em toda a Europa para arrecadação de alimentos não perecíveis para os refugiados da Ucrânia. Na Polônia, já temos o trabalho realizado lá por pessoas que estão preparando tudo, inclusive o local onde será feita a distribuição desses alimentos para refugiados”, explica o Bispo Domingos Siqueira, responsável pelo trabalho da Universal em Portugal.

Segundo o Bispo Domingos, está programado um segundo envio de alimentos em abril. Além disso, o trabalho de amparo aos ucranianos exilados também está sendo realizado na Moldávia, na Romênia e, em breve, terá início na Hungria.

“É importantíssimo que façamos a nossa parte. São muitas pessoas, milhões de pessoas que estão refugiadas. Se nós conseguirmos ajudar em meio a esses milhões, se conseguirmos ajudar alguns milhares, já estaremos contribuindo para o bem” ressalta o Bispo.

Quem reside em Portugal ou em outro país da Europa e deseja participar desse trabalho humanitário, pode entrar em contato com os voluntários em um dos templos da Universal, ou obter mais informações no site oficial da Igreja em Portugal:






 igrejauniversal.pt.

FONTE: UNIVERSAL.ORG

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();