Ator que se demitiu para lutar na Ucrânia é morto em combate


Pasha Lee foi vítima de bombardeio na cidade de Irpin enquanto lutava por seu país

Após deixar o trabalho como ator para lutar na guerra, em defesa de seu país, o ucraniano Pasha Lee foi morto em combate durante um bombardeio russo, neste domingo (6). Pasha Lee tinha 33 anos e lutava na cidade de Irpin, próxima à capital do país, Kiev.

Astro do cinema, dublador e apresentador de TV, Lee deixou o emprego já no primeiro dia de guerra, antes da Lei Marcial ser decretada na Ucrânia. Desde seu ingresso nas Forças de Defesa Territorial das Forças Armadas da Ucrânia, Lee vinha postando fotos com a farda militar nas redes sociais.

Em publicação no sábado (5), ele expressou esperança pelo seu povo. “Estamos sorrindo porque vamos conseguir. Ucrânia, estamos trabalhando”, escreveu.

A morte de Lee foi anunciada em post do Festival Internacional de Cinema de Odesa e replicada pela imprensa internacional.

Pasha Lee atuou em filmes como Shtolnya (2006), Zvychayna sprava (2012), Shadows of Unforgotten Ancestors (2013), The Fight Rules (2016) e Meeting of classmates (2019). Ele também era apresentador de TV no canal DOM e trabalhou em dublagens nos filmes O Rei Leão e O Hobbit, de acordo com informações de Sergiy Tomilenko, presidente do Sindicato Nacional de Jornalistas da Ucrânia.

Atualmente, as Forças Armadas da Ucrânia estimam que há mais de 11 mil soldados russos mortos desde o início dos ataques, em 24 de fevereiro.

LEIA TAMBÉM:

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();