Médica que morreu em banheiro de pronto-socorro sofreu infarto


Profissional de saúde foi encontrada sem vida durante plantão

A médica Ana Carolina Borges Gorga, de 30 anos, que foi encontrada sem vida no banheiro do pronto-socorro em que fazia plantão no dia 24 de janeiro morreu em decorrência de um infarto agudo do miocárdio. A Polícia Civil segue investigando o caso.

O corpo da médica foi encontrado no Pronto Socorro Central de Cubatão, em São Paulo durante a madrugada. A polícia foi acionada para investigar o caso devido à falta de informações sobre o que levou a profissional a óbito. Mas um laudo necroscópico, obtido pelo G1, revelou a causa da morte.

O documento, porém, não foi suficiente para a polícia arquivar o caso, que segue sob a jurisdição do 3º DP de Cubatão. Os agentes aguardam laudos complementares para concluir a investigação.

Além de trabalhar no Pronto Socorro de Cubatão, Ana Carolina fazia residência de cirurgia plástica em um hospital particular de Santos. Nas redes sociais, diversos pacientes da médica disseram que ela era uma ótima profissional.

LEIA TAMBÉM:

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();