Breaking news

CHINA: Cristãos perseguidos devem ‘“ficar quietos” e “permanecerem invisíveis” nos Jogos de Pequim 2022 para não chamar atenção da mídia internacional


Líderes cristãos entendem que atrair foco da mídia internacional causará mais perseguição

Com a proximidade dos Jogos de Inverno de Pequim, cristãos chineses estão se preparando para manter a discrição, a fim de evitar o aumento da perseguição a sua fé.

De acordo com o contato local da organização Portas Abertas, Zhang Wei*, durante eventos anteriores de grande porte, pastores já receberam ligações de autoridades chinesas orientando que eles “se comportassem”.

Embora não tenham recebido nenhum aviso sobre os jogos deste ano, o pastor Huang*, de Pequim, diz saber o que se espera dos cristãos nessas épocas: “Ficar quietos”, disse ele.

– Sabemos que não devemos estar “ativos” durante esse tipo de evento. Sabemos como devemos nos comportar durante esse período. E isso é ficar quieto – declarou Huang, que também é parceiro local da Portas Abertas, organização de apoio a cristãos perseguidos em todo o mundo.

A China ocupa o 17° lugar na Lista Mundial da Perseguição 2022, que enumera os 50 países onde há mais repressão aos cristãos. No país, é obrigatório que as igrejas sejam registradas e controladas pelo governo, e igrejas domésticas são consideradas clandestinas.

No ano passado, houve relatos de pastores de igrejas domésticas que receberam ligações recorrentes de autoridades, orientando que eles “se comportassem”, “ficassem quietos” e “permanecessem invisíveis no domínio público” durante as celebrações do Dia Nacional da República Popular da China.

– Para os cristãos comuns, as consequências podem ser apenas avisos ou registro de sua identidade. Para líderes e pastores, eles podem ser interrogados por horas, detidos durante a noite e multados. Pode haver consequências mais graves se as igrejas resistirem às autoridades e causarem tumultos ou problemas durante grandes eventos. Se for descoberto que o líder da igreja conseguiu realizar os cultos e reuniões, ele pode receber uma detenção administrativa por alguns dias até ou até duas semanas – diz Zhang Wei.

Segundo a ONG, o governo chinês considera o cristianismo de origem ocidental e vê essa fé como ameaça de infiltração estrangeira; por isso, alerta para que os pastores minimizem suas atividades.

Os Jogos de Inverno de Pequim terá competições já a partir da próxima quarta-feira (2), mas a cerimônia de abertura ocorrerá na sexta-feira (4). Serão 17 dias de competição, mais os dois adicionais que antecederão o início oficial. O país receberá cerca de 3 mil atletas de 15 modalidades.

*Os nomes das fontes foram alterados por motivos de segurança.


LULA ELOGIA DITADURA CHINESA E E DIZ QUE SE GANHAR AS ELEIÇÕES IRÁ IMPLANTAR NO BRASIL MODELO CHINÊS DE GOVERNAR.



LEIA TAMBÉM:

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();