Breaking news

Bolsonaro alerta para planos tirânicos para 'transformar o Brasil em Venezuela': 'Vamos exigir que joguem dentro das 4 linhas'. VÍDEO.


Durante cerimônia de Modernização da Prova de Vida do INSS, o presidente Jair Bolsonaro fez um longo discurso em que apontou como seu governo vem mudando práticas antigas da Administração Pública, substituindo a corrupção e o mau uso dos recursos públicos pelo serviço à população que trabalha para manter esses serviços.

O presidente relatou como vem mostrando o mau uso e o desvio de recursos públicos em governos anteriores, além de responder a ataques da velha imprensa. O presidente apontou que há avanços visíveis, que mostram a “certeza de que o país tem uma porta de saída”.

Bolsonaro explicou: “Geralmente, quem leva um país para a ditadura é o chefe do Executivo. No Brasil é o contrário. Quem segura o Brasil para não caminhar rumo à Venezuela é o chefe do Executivo. Tem muita gente de outros poderes, conscientes. Alguns outros, não sei o que pensam. Vamos fazer a nossa parte. Vamos, cada vez mais, fazer valer a força da nossa Constituição. Nós jogamos dentro das quatro linhas. Vamos, cada vez mais, exigir que alguns poucos do outro lado joguem dentro das quatro linhas. O bem maior de todos nós é a nossa liberdade. Liberdade essa que não se passa de uma geração para outra. Tem que ser lutada dia após dia. Nenhum passo atrás pode ser dado”.

O presidente alertou: “esse Brasil é fantástico. Talvez uma das últimas grandes democracias no mundo. O Brasil é a cereja do bolo. O Brasil é o rei do jogo de xadrez da América do Sul. Não vamos perder essa guerra. Acredito em vocês e acredito em Deus”.

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e pessoas que apenas têm um discurso diferente do imposto pelo cartel midiático vêm sendo perseguidos, em especial pelo Judiciário. Além dos inquéritos conduzidos pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, também o ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Felipe Salomão, criou seu próprio inquérito administrativo, e ordenou o confisco da renda de sites e canais conservadores, como Bárbara, do canal Te Atualizei, e a Folha Política. Toda a receita gerada pelo nosso jornal desde 1º de julho de 2021 está bloqueada por ordem do TSE, com aplauso do ministro Luís Roberto Barroso, que também é ministro do STF.

Sem a possibilidade de receber a renda de seu trabalho, o jornal corre o risco de fechar. Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar, use o QR Code que está visível na tela para doar qualquer quantia, ou use o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há quase 10 anos, a Folha Política faz a cobertura da política brasileira, mostrando atos, pronunciamentos e eventos dos três poderes, quebrando a espiral do silêncio imposta pelo cartel de mídia que quer o monopólio da informação. Pix: ajude@folhapolitica.org

LEIA TAMBÉM:

Um comentário:

  1. OU 142 NELES, OU COMUNISMO EM NOS!!!É MAIS SEGURO UM BRASIL CONTROLADO PELO EXERCITO ONDE O POVO DE BEM CONFIA DO QUE PELO COMUNISMOS ONDE SEREMOS ESCRAVOS DE PAISES SAQUEADORES!! FFA, O BRASIL CONTA COM VOCÊS!

    ResponderExcluir

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();