Governo Bolsonaro inclui 3 milhões de famílias em Auxílio Brasil de R$ 400: fila de espera é zerada


O Ministério da Cidadania anunciou nesta terça-feira (11) a inclusão de 3 milhões de famílias no Auxílio Brasil. Com isso, o benefício de no mínimo R$ 400 será pago a 17,5 milhões de famílias neste mês de janeiro.

Segundo a Cidadania, o governo zerou a fila de espera registrada no fim de 2021 no Auxílio Brasil. O programa social foi criado em substituição ao Bolsa Família e alcançou 14,5 milhões de famílias nos 2 últimos meses de 2021.

O governo havia prometido zerar a fila de espera do Auxílio Brasil em dezembro de 2021. A medida ficou para janeiro de 2022 porque dependia da aprovação da PEC dos Precatórios –proposta de emenda à Constituição que abriu espaço para o Auxílio Brasil no Orçamento de 2022.

Inicialmente, o governo falava em incluir 2,7 milhões de famílias no Auxílio Brasil, mas o número foi elevado para 3 milhões nesta terça-feira (11). Essas famílias serão avisadas da inclusão por meio de uma carta da Caixa Econômica Federal, entregue pelos Correios.

Por determinação do presidente Jair Bolsonaro (PL), o Auxílio Brasil paga um benefício de ao menos R$ 400 por mês para cada família beneficiária. O programa custará mais de R$ 7,1 bilhões em janeiro de 2022 –1º mês de pagamento para 17,5 milhões de famílias. Os pagamentos de janeiro começam no próximo dia 18 e seguem até 31 de janeiro, conforme o final do NIS (Número de Identificação Social).

Créditos: Poder 360.

LEIA TAMBÉM:

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();