Bolsonaro lamenta morte do professor Olavo de Carvalho


Presidente afirmou que o escritor foi um farol para milhões de brasileiros

O presidente Jair Bolsonaro lamentou, na madrugada desta terça-feira (25), a morte do escritor e filósofo Olavo de Carvalho, que faleceu aos 74 anos em Richmond, no estado da Virgínia, nos Estados Unidos, na noite de segunda-feira (24). Em seu perfil, o chefe do Executivo classificou Olavo como “um dos maiores pensadores da história do nosso país”.

– Olavo foi um gigante na luta pela liberdade e um farol para milhões de brasileiros. Seu exemplo e seus ensinamentos nos marcarão para sempre. Que Deus o receba na Sua infinita bondade e misericórdia, bem como conforte sua família – escreveu.

Olavo de Carvalho morreu na noite de segunda-feira, aos 74 anos. Ele estava internado em um hospital local. A causa da morte não foi divulgada. O falecimento do professor, uma das maiores referências do atual movimento conservador no Brasil, foi comunicado através de seus perfis nas redes sociais, na madrugada desta terça.

– Com grande pesar, a família do professor Olavo de Carvalho comunica a notícia de sua morte, na noite de 24 de janeiro, na região de Richmond, na Virgínia, onde se encontrava hospitalizado – diz a publicação.

A família do filósofo agradeceu pelo apoio dos amigos e seguidores e pediu orações por ele. Olavo deixa a esposa, Roxane, oito filhos e 18 netos.

LEIA TAMBÉM:

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();