ABSURDO: Alexandre de Moraes determina prazo de dois dias para Bolsonaro explicar ‘ataques’ à Lula em transmissão na TV Brasil


O ministro Alexandre de Moraes, TSE, determinou o prazo de dois dias para que o presidente Jair Bolsonaro (PL) se justifique sobre os supostos ‘ataques’ contra o ex-presidente Lula, em uma cerimônia transmitida pela TV Brasil. O despacho acata a uma representação feita pelo Diretório Nacional do PT.

No dia 12 de janeiro, o presidente Bolsonaro participou de um evento no Palácio do Planalto sobre o lançamento do programa de Linhas de Crédito para Aquicultura e Pesca. Em seu seu discurso, que foi transmitido ao vivo, o presidente deu a entender que Lula já estaria ‘loteando Ministérios’ e que a eleição do petista neste ano seria o retorno do ‘criminoso’ à ‘cena do crime’.

O PT acionou o TSE e ainda pediu uma multa de R$ 25 mil contra Bolsonaro por seus ‘ataques sem provas’. O partido também acusa o mandatário de ter feito propaganda eleitoral antecipada a seu favor, além de utilizar ‘aparato de rede de comunicação pública para propagar ideias eleitorais negativas em detrimento de seu possível adversário político’, conforme consta no despacho assinado pelo ministro do TSE, segundo o Estadão. 

Fonte: https://horabrasilia.com.br

LEIA TAMBÉM:

3 comentários:

  1. O presidente da República é homem como todos os seres humanos,portanto pode eventualmente pecar,ao fazer algum comentário de caráter público.

    ResponderExcluir
  2. Presidente Bolsonaro tem que explicar nada. Esse Alexandre de Morais pensa que é Rei, mandando em todo mundo. Explica nada e foda-se. O ditador de toga vai fazer o que? Mandar a PF prender o Chefe da nação? Marmenino..!

    ResponderExcluir
  3. Esse canalha tem que morrer igual a Muhamar Kadaffi, empalado. Esse vagabundo, deslumbrado não tem escrúpulos, aliás como todos os seus pares. Eu, no lugar do presidente já tinha chutado o pau da barraca.

    ResponderExcluir

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();