Breaking news

Reino Unido confirma 1ª morte pela Ômicron no mundo


Variante que foi reportada pela primeira vez na África do Sul começa a se espalhar pelo mundo

O Reino Unido anunciou, nesta segunda-feira (13), que registrou ao menos uma morte por Covid-19 ligada à variante Ômicron. A ocorrência é o primeiro caso de óbito conhecido pela cepa em todo o mundo. Ao comentar o assunto, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, afirmou que é preciso abandonar a convicção de que a nova cepa é “uma versão mais branda do vírus”.

– Infelizmente, a Ômicron está gerando hospitalizações e, tristemente, pelo menos um paciente morreu com Ômicron, confirmado. Acho que a ideia de que esta é, de alguma forma, uma versão mais branda do vírus é algo que precisamos deixar de lado e apenas reconhecer o ritmo com que ele se acelera pela população – disse Boris Johnson.

Dados iniciais indicam que a eficácia das vacinas atuais contra infecções sintomáticas é significativamente menor contra a Ômicron para quem recebeu duas doses, mas que uma terceira dose de ambas as vacinas usadas no Reino Unido – da Pfizer e da Moderna – pode aumentar a proteção para mais de 70%.

A variante Ômicron foi reportada à Organização Mundial da Saúde (OMS) em 24 de novembro de 2021, pela África do Sul. O primeiro caso confirmado foi de uma amostra coletada em 9 de novembro de 2021. De acordo com OMS, a variante apresenta um “grande número de mutações”, algumas preocupantes.

LEIA TAMBÉM:

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();