Pfizer diz que sua vacina não é eficaz em crianças de 2 a 5 anos


Farmacêutica testará uma terceira dose de três microgramas

A farmacêutica Pfizer reconheceu nesta sexta-feira (17) que sua vacina de dose dupla contra a Covid-19 não se mostrou eficaz em estudos com crianças de 2 a 5 anos de idade e informou que agora tentará adicionar uma terceira aplicação para aumentar essa eficácia.

A terceira dose de pelo menos três microgramas será administrada dois meses após a segunda vacina “para proporcionar altos níveis de proteção nessa faixa etária”, disse a empresa americana em uma nota oficial.

Se o estudo mostrar maior eficácia com essa terceira injeção, a Pfizer apresentará a formulação às agências reguladoras no primeiro semestre de 2022 para aprovação de uma autorização de uso emergencial.

Estudos em crianças mostraram, entretanto, que a dose dupla era adequada para bebês de 6 a 24 meses de idade. Além disso, a empresa diz que avaliará se deve recomendar uma terceira dose de 10 microgramas para pessoas de entre 5 e 12 anos.

*EFE

LEIA TAMBÉM:

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();