Jornalista Allan dos Santos denuncia Alexandre de Moraes à OEA por violação a direitos humanos


Jornalista quer derrubar decisões do ministro do STF

Nesta quinta-feira (9), o jornalista Allan dos Santos decidiu acionar a Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) por causa do pedido de prisão determinado pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Allan quer que a Corte “revogue” a decisão do ministro.

A determinação de Moraes atende a uma solicitação da Polícia Federal (PF). Além do pedido de extradição, Moraes determinou a prisão preventiva do jornalista. De acordo com o ministro, o órgão “apresentou indícios fortes, plausíveis e razoáveis da vinculação do representado Allan Lopes dos Santos à prática de diversos crimes”.

No pedido enviado à CIDH, a defesa de Allan lembrou ainda que a “ordem de Alexandre de Moraes deixou cerca de 50 colaboradores do Terça Livre TV sem o salário ao bloquear as contas bancárias da empresa”.

Allan é alvo de dois inquéritos no STF: um que investiga a suposta divulgação de fake news e ataques a ministros da Corte, e um outro que aponta a possível atuação de uma “milícia digital” que estaria conspirando contra a democracia. Allan atualmente reside nos Estados Unidos.

LEIA TAMBÉM:

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();