EUA registra 1º caso de Covid pela variante Ômicron em homem já vacinado com duas doses


A variante já foi encontrada em 24 países

Os Estados Unidos descobriram nesta quarta-feira (1º) o primeiro caso de Covid-19 em seu território causado pela variante Ômicron do novo coronavírus. A informação foi divulgada pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) do país.

A nova cepa, descoberta na última semana, na África do Sul, já foi confirmada em pelo menos 24 países, inclusive no Brasil. Nos EUA, o caso foi confirmado em um paciente da Califórnia, que está cumprindo isolamento.

De acordo com Anthony Fauci, conselheiro da força-tarefa da Casa Branca no combate à pandemia, o paciente infectado pela Ômicron recebeu duas doses de vacina contra a Covid-19 e apresenta sintomas leves.

A descoberta da variante veio em consonância a um aumento de casos de Covid-19 na África do Sul, o que pode indicar que a Ômicron é mais transmissível do que a Delta. Contudo, não é possível relacionar o aumento de casos no país com a baixa eficácia das vacinas, uma vez que apenas 25% da população sul-africana está completamente vacinada.

A proteína Spike também é o principal alvo das vacinas desenvolvidas até o momento. No entanto, ainda é necessária a realização de estudos para saber a eficácia das vacinas disponíveis atualmente contra a nova cepa.

De acordo com OMS, a variante é preocupante porque possui 50 mutações, sendo 32 na proteína Spike, principal ferramenta utilizada pelo vírus para penetrar nas células humanas.

LEIA TAMBÉM:

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();