Auxílio Brasil: Beneficiários podem fazer curso de empreendedorismo


Beneficiários do programa Auxílio Brasil poderão fazer o curso de Microempreendedor Individual (MEI), oferecido pelo Ministério da Educação em parceria com o Ministério da Cidadania, em instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Serão oferecidas 39 mil vagas presenciais.

Segundo informou o MEC, as inscrições já estão abertas nos institutos federais de Alagoas (IFAL) e do Piauí (IFPI). Em Maceió, 800 vagas foram disponibilizadas. As inscrições para o curso vão até quinta-feira (23). Já em Teresina há 300 vagas disponíveis na capital e outras 50 vagas no Campus Teresina Dirceu Arcoverde.

O Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG) realiza, até 2 de janeiro de 2022, seleção para instrutores do curso de MEI e também para o curso de eletricista de sistemas renováveis, do programa Qualifica Mais Energia. Estão aptos a participar servidores da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Caso as vagas não sejam preenchidas por servidores, elas poderão ser ofertadas a outros membros da comunidade.

Documentos – Para concorrer a uma das vagas, é necessário ter 18 anos ou mais; ensino fundamental completo e preencher corretamente o formulário online. A escolha para as vagas será feita aleatoriamente por meio de um sistema matemático. Todas as instituições pedem comprovante de residência, de estudos e de recebimento do Auxílio Brasil. Os documentos deverão ser apresentados no ato de efetivação da matrícula.

Créditos: TNH1.

LEIA TAMBÉM:

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();