Breaking news

Adrilles: ‘O que Bolsonaro fez na pandemia merece prêmio Nobel’


Jornalista criticou "perseguição" ao presidente

Em entrevista ao deputado Eduardo Bolsonaro, o jornalista Adrilles Jorge elogiou a postura do presidente Jair Bolsonaro diante da pandemia da Covid-19 e disse que ele é merecedor de um prêmio Nobel da Paz. Para o jornalista, o discurso do presidente foi em defesa da liberdade.

– O discurso que ele fez em nome da liberdade, da liberdade trabalho, da liberdade de ir e vir, liberdade de expressão, liberdade de pôr comida no prato, de o cara ter liberdade de se sustentar e não ficar aceitando migalha do Estado que quer doutriná-lo e controlá-lo. Isso sim merecia um prêmio Nobel da Paz – declarou.

O vídeo foi publicado no último sábado (4), no canal de Eduardo, no YouTube, e faz parte do quadro O Brasil Precisa Saber.

LEIA TAMBÉM:

Adrilles afirmou que, durante a pandemia, “médicos, cientistas malucos e políticos oportunistas quiseram enfiar o mundo inteiro dentro de casa para ter o domínio hegemônico global de um governo único”, ou “controlar a população” por medo e desespero, não deixando as pessoas saírem de casa nem mesmo para trabalhar.

– A defesa que o seu pai fez deste tipo de liberdade, saber que a vida é um princípio de risco e que o risco principal é morrer em vida, não poder trabalhar, isso é um discurso de um libertário, humanista, digno de um prêmio Nobel – afirmou ao filho do presidente.

Adrilles também lamentou que Bolsonaro seja “demonizado, perseguido e massacrado como um ditador” e afirmou que isso é fruto de uma “esquizofrenia latente” da esquerda.

– Essa esquizofrenia latente é feita exatamente por uma “ideopatia” de uma opinião única que é o pseudoprogressismo. Você pode chamar de comunismo, você pode chamar de globalismo, eu chamo de esquerda, principalmente. Esse domínio hegemônico de uma esquerda sobre um país faz com que as pessoas fiquem completamente ensandecidas e transformem um homem que faz um discurso libertário num ditador facínora. É uma coisa patética – afirmou.

Veja a entrevista completa:

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();