Breaking news

Homem vai a festa na Itália, pega Covid de propósito e morre


De acordo com autoridades locais, estão se propagando as chamadas "festas do coronavírus"

Na Itália, um austríaco de 55 anos morreu de Covid-19 após se infectar propositalmente com a doença em uma festa. O objetivo do contágio era obter o passaporte sanitário, uma vez que autoridades italianas aceitam, em alguns lugares, a comprovação de infecção prévia como alternativa à vacina.

Em entrevista à emissora RAI, Patrick Franzoni, coordenador da unidade anti-Covid de Bolzano, norte da Itália, disse que pessoas, jovens e velhas, têm participado de “festas do coronavírus” para tentar se infectar propositalmente e, assim, não precisar se vacinar.

– Numa sala fechada, com uma pessoa positiva da variante Delta, entre 5 e 10 pessoas podem facilmente ser infectadas numa noite […] Estamos falando sobretudo de jovens que, preocupados com as possíveis restrições para quem não têm o ‘Green Pass’ (certificado sanitário) estão tentando se imunizar – afirma Patrick.

A Promotoria da cidade de Bolzano abriu uma investigação sobre estas festas, que, de acordo com autoridades locais, já provocaram a internação de três pessoas, duas delas em Unidades de Terapia Intensiva, além de um óbito.

Essa prática, difundida na Alemanha e na Áustria, teria envolvido até crianças do ensino fundamental. A situação tem levado líderes regionais a solicitarem uma reunião urgente com o Governo para estudar a adoção de novas restrições.

LEIA TAMBÉM:


Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();