Breaking news

Flamengo demite Renato Gaúcho após vice na Libertadores


Treinador não resistiu à pressão após a derrota para o Palmeiras na decisão do torneio continental neste sábado, 27

O Flamengo informou, nesta segunda-feira, 29, que Renato Gaúcho não é mais o treinador do time principal – a demissão acontece após o vice-campeonato do Rubro-Negro na Copa Libertadores da América, no último sábado, 27, na derrota diante do Palmeiras, em Montevidéu, no Uruguai. 

Pressionado no cargo ainda antes da decisão do torneio continental, o técnico tinha contrato com o clube carioca somente até o final deste ano. “O Clube de Regatas do Flamengo informa que, após conversa entre as partes, o técnico Renato Gaúcho não comanda mais o time principal”, comunicou.

LEIA TAMBÉM:

Contratado para substituir Rogério Ceni, em julho deste ano, Renato Gaúcho chegou a animar os flamenguistas com uma sequências de bons resultados no começo de sua passagem, como as goleadas sobre Bahia, São Paulo e Santos, por exemplo. O treinador, no entanto, passou a ser questionado após a queda no desempenho do time e a eliminação na semifinal da Copa do Brasil, frente ao Athletico-PR, em pleno Maracanã. Com algumas derrotas no Brasileirão, a equipe carioca também se distanciou do título, passando a sonha exclusivamente com a Libertadores.

Ao todo, Renato Gaúcho comandou o Flamengo em 38 partidas, colecionando 25 vitórias, 8 empates 5 derrotas em sua breve passagem pelo Ninho do Urubu. Já pensando na próxima temporada, a diretoria flamenguista terá Maurício Souza, técnico do sub-20, no comando da equipe nos quatro jogos restantes deste Brasileirão. 

Um dos nomes cogitados pela cúpula rubro-negra, de acordo com Mauro Beting, jornalista do Grupo Jovem Pan, é a recontratação de Jorge Jesus, técnico do Benfica que tem contrato com o clube português até junho de 2022. No Brasil, o “Mister” fez sucesso, vencendo a Libertadores, o Brasileiro e outras competições de menor expressão à frente do Flamengo.

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();