Doria determina que uso de Máscaras não será mais obrigatório ao ar livre em São Paulo a partir do dia 11 de Dezembro


Governador João Doria afirmou que alta taxa de vacinação foi determinante para decisão; proteção continuará obrigatória no transporte público

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quarta-feira, 24, durante coletiva de imprensa, que o uso de máscaras em ambientes abertos será flexibilizado no Estado a partir do dia 11 de dezembro. 

O uso do equipamento continuará a ser obrigatório em locais fechados e em áreas destinadas a transporte público. Para a decisão, o Comitê Científico considerou a queda sustentável no número de novos casos de Covid-19 em São Paulo e a diminuição das taxas de internação e óbitos pela doença nas últimas semanas, além do avanço da vacinação no Estado, que já tem 74,5% da população com as duas doses. 

LEIA TAMBÉM:

Anteriormente, o Comitê Científico havia determinado que a flexibilização aconteceria quando o número de internações fosse inferior a 300 e a média móvel de casos estivesse abaixo de 1.100 e a de óbitos, menor que 50. No momento, nenhum indicador atingiu a meta traçada pelo governo.

Nesta quarta-feira, a média diária de internações está em 318, a de casos em 1.289 e a de óbitos em 60. Segundo Doria, a meta de 75% da população vacinada adulta com as duas doses deve ser batida nas próximas 24 horas. 

O governo estima que a taxa de imunização de maiores de 18 anos irá atingir a marca de 80% ao fim do mês de novembro. Para avançar com a campanha, a gestão estadual realizará uma mobilização para vacinação em massa do dia 1 a 10 de dezembro. 

Segundo a coordenadora-geral do Programa Estadual de Imunização (PEI), Regiane de Paula, 4,3 milhões de paulistas não voltaram aos postos para a aplicação da segunda dose.

Em relação aos números da pandemia, a taxa de ocupação dos leitos de UTI no Estado nesta quarta-feira é de 21,6% e na Grande São Paulo é de 27,9%. Há 2.561 pacientes internados no Estado, sendo 1.136 em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e 1.425 em enfermaria. São Paulo registou uma queda de 15,8 no número de casos de Covid-19 na comparação com a semana epidemiológica anterior. Em relação às internações, houve uma diminuição de 6%. A taxa de óbitos teve baixa de 26%. Com isso, todos os indicadores voltaram a ter queda simultânea.



Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();