Vereador desmente O Globo após jornal falar em “vitória” de Xuxa


Anderson Campos foi quem decidiu pela conciliação, junto à defesa da apresentadora, fazendo nova publicação nas redes

O vereador Anderson Campos (Republicanos), da Câmara Municipal de Nilópolis, cidade da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, desmentiu, por meio de suas redes sociais, uma notícia publicada pelo jornal O Globo que falava em uma vitória da apresentadora Xuxa Meneghel contra o parlamentar, em um processo aberto após críticas feitas a ela pelo político.

– O Globo acabou de noticiar que a Xuxa ganhou a ação que movia contra mim na justiça! MENTIRA! Ela, inclusive, terá que pagar as custas processuais! Arregou na hora da audiência. E continuo dizendo, com todas as letras, a imoralidade que ela cometeu ao fazer um filme com menor! – escreveu ele em seu Twitter.

Na publicação feita na quinta-feira (28) inicialmente pela coluna de Ancelmo Góis, com o título Xuxa ganha ação na Justiça contra vereador de Nilópolis, o jornal deu a entender que o vereador teria sido derrotado pela apresentadora após decisão do juiz Alberto Fraga, da 1ª Vara Criminal de Nilópolis. O que de fato aconteceu, porém, é que houve uma conciliação entre as partes.

De acordo com as informações que constam no detalhamento da audiência, a sessão começou com os advogados de Xuxa pedindo que fosse feito um pedido de desculpas, por parte de Anderson, pela postagem em que o político chamou a comunicadora de “assediadora de menores”. Na sequência, o parlamentar disse que pretendia retratar-se da expressão utilizada por ele na postagem.

Ficou definido, então, de acordo com o termo da audiência, que a retratação aconteceria por meio da exclusão da postagem anterior e da publicação de uma nova nos perfis de Anderson no Instagram e no Facebook, em um prazo de até cinco dias, e que ela deveria ser mantida ativa pelo mesmo tempo da anterior, com a seguinte declaração:

“Após audiência realizada na 1ª Vara Criminal da Comarca de Nilópolis, o vereador ANDERSON DA SILVA DE CAMPOS esclarece que não teve intenção de ofender a honra da apresentadora XUXA ao dizer, no calor da emoção, que se tratava de pessoa que seria assediadora de menores. Entretanto, pretendeu o vereador criticar a participação da apresentadora no filme ‘Amor, estranho amor’, destacando que sua participação não está de acordo com os valores cristãos e éticos que permeiam o exercício do mandato eletivo para o qual foi eleito. Desta forma, o vereador se RETRATA da expressão, mas segue a repudiar a participação da apresentadora em filme que julga ser incompatível com a moral e bons costumes, destacando que tal proceder impede que a apresentadora possa subscrever pedido de impeachment do Presidente Jair Bolsonaro, pessoa a quem o vereador apoia, pois [é] defensor de princípios éticos e cristãos do qual compartilha”.

Ao final da audiência, o juiz ressaltou que a punição ao político seria extinta após a realização da postagem de retratação nas redes de Anderson. Como a publicação acertada na audiência foi, de fato, feita na última quarta-feira (27), tanto no Instagram quanto no Facebook do vereador, o processo deve ser encerrado.





Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();