Alexandre de Moraes vota contra cassação da chapa Bolsonaro\Mourão por não haver provas e diz: “Se houver repetição de 2018, terá cassação e prisão”



Ministro deu declarações no julgamento da chapa Bolsonaro-Mourão

O ministro Alexandre de Moraes afirmou, na manhã desta quinta-feira (28), que, “se houver repetição do que houve em 2018, terá cassação e prisão”. A declaração foi feita por Moraes durante o julgamento, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), da cassação da chapa Bolsonaro-Mourão.

Os processos alegam abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação, em disparos em massa de mensagens, durante as eleições de 2018, das quais Jair Bolsonaro saiu eleito.

Moraes, que será presidente do TSE em 2022, foi enfático ao dizer que tratará com rigor a questão das fakes news nas eleições do ano que vem.



– Se houver repetição do que foi feito em 2018, o registro será cassado. E as pessoas que assim fizerem irão para a cadeia por atentarem contra as eleições e a democracia no Brasil – disse.

Embora acredite que o esquema exista, o ministro votou contra a cassação da chapa, pois não foram apresentadas provas.

Um comentário:

  1. Esse sujeito deveria procurar tratamento, é evidente que sofre de transtorno de humor

    ResponderExcluir

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();