Talibãs açoitam jornalistas que cobriam protesto em Cabul


Repórteres foram capturados por extremistas e espancados com cabo

Os jornalistas Taqi Daryabi e Nematullah Naqdi do veículo afegão Etilaatroz foram espancados por membros do Talibã, conforme informou o veículo nesta quarta-feira (8). Os profissionais estavam realizando a cobertura de um protesto popular de mulheres contra o grupo extremista na capital Cabul, quando foram capturados.

O repórteres contaram que foram levados juntos a um local desconhecido e deixados cada um em uma sala, onde ocorreram as torturas. Eles foram açoitados com cabos e ficaram com marcas por todo o corpo, principalmente nas costas.

Após a captura ser noticiada na mídia, uma autoridade e dois outros jornalistas foram até o local para reivindicar a libertação dos jornalistas, mas também foram aprisionados. Por volta de quatro horas depois, o cárcere chegou ao fim, com os talibãs liberando as cinco vítimas.

O dois jornalistas espancados foram encaminhados para o hospital.

De acordo com dados da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), pelo menos sete jornalistas, foram assassinados no último ano no Afeganistão.

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();