Lula afirma que “sobrevive” com salário de só R$ 27 mil do PT



Ex-presidente disse que seus bens seguem bloqueados pela Justiça

Presidente de honra do Partido dos Trabalhadores, o ex-chefe do Executivo Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse “sobreviver” com o salário que recebe da legenda, que soma cerca de R$ 27 mil. A declaração ocorreu durante entrevista ao podcast do rapper Mano Brown, que foi ao ar nesta quinta-feira (9), no Spotify.

– Hoje eu sobrevivo do PT. O PT me paga um salário, acho, que é de R$ 27 mil – disse o ex-presidente.

O político negou que receba aposentaria, e afirmou ter saído com “uma mão nas costas e outra na frente” da cadeira de chefe do Planalto.

– Muita gente no meio do povo acha que o Lula tem aposentadoria de presidente. O presidente não tem aposentadoria. Então você sai com uma mão nas costas e outra na frente – assinalou.

Conforme a legislação brasileira, ex-presidentes da República possuem o direito de receber recursos para contratar motoristas, seguranças e assessores, e dois veículos.

BENS BLOQUEADOS

O ex-presidente Lula segue com seus bens bloqueados em decorrência da operação Lava Jato. De acordo com o petista, ele possui “dois apartamentos em São Bernardo do Campo (SP) de 70 metros quadrados” e o apartamento onde mora, “de 190 metros quadrados”.

A Mano Brown, Lula também contou que a renda de suas palestras está bloqueada, e, em tom de brincadeira, disse que quando os bens forem liberados, terá que “gastar tudo com advogado”, porque deve “estar devendo para a maioria”.

 LEIA TAMBÉM: Promotores de Brasília pedem a prisão de nove ministros do STF

Sucesso das manifestações dá a Bolsonaro carta branca para tomar grandes decisões

Esquerdista que ia protestar contra Bolsonaro é preso com faca, soco inglês e coquetel motolov no RJ

Aguinaldo Ribeiro deputado federal chamou de facções todos que foram para as manifestações dia 7 de Setembro

Alexandre de Moraes mandou a PF prender Zé Trovão para induzir caminhoneiros a entrar em greve e prejudicar a economia do Brasil


Um comentário:

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();