Depois de se aglomerar, Doria multa Ciro, Amoedo e Joice por não usarem máscara em manifestação contra Bolsonaro


A penalidade é de R$ 552,71

O Centro de Vigilância Sanitária do Estado de São Paulo multou nove políticos que participaram dos “atos da terceira via” contra o presidente Jair Bolsonaro por não usarem máscara. 

Na segunda-feira 13, foram punidos o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), o fundador do partido Novo, João Amoedo, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), os deputados federais Joice Hasselmann (PSL-SP), Marcelo Ramos (PL-AM) e Bozzella (PSL-SP), e os deputados estaduais Arthur do Val (Patriota), Heni Ozi Cukier (Novo) e Isa Penna (Psol).

A penalidade é de R$ 552,71. Cabe recurso. “Todos os cidadãos, incluindo figuras públicas e políticas, devem zelar pela proteção individual e coletiva”, informou a Secretaria estadual da Saúde, que abriga o órgão sanitário. 

Essa não é a primeira vez em que o governador João Doria (PSDB) aplica sanções pelo não uso do equipamento de proteção. O presidente Jair Bolsonaro também já entrou na mira do tucano seis vezes pelo mesmo motivo. Durante os atos do Dia da Independência, Doria mandou multar o chefe do Executivo.

.

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();