Bolsonaro não pediu desculpas a Alexandre de Moraes durante conversa



Telefonema entre os dois foi promovido pelo ex-presidente Michel Temer

Nesta quinta-feira (9), a conversa entre o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, e o presidente da República, Jair Bolsonaro, foi “rápida, institucional e simplesmente educada”, sem pedido de desculpas por parte de Bolsonaro. A informação foi confirmada pela assessoria do ex-presidente Michel Temer.

De acordo com a assessoria de Temer, o ex-presidente teve a ideia e sugeriu que Bolsonaro ligasse para Moraes. A conversa teria sido “muito rápida” e “institucional”, segundo informações do portal UOL.

Em entrevista ao programa Brasil Urgente, da Band, Temer falou que foi à Brasília após convite de Bolsonaro. Ele confirmou que participou da elaboração da nota divulgada pelo presidente da República.

– Eu vim, trouxe um esboço de uma declaração, submeti a ele durante o almoço. Ele fez uma pequena observação. Penso que causou boa repercussão e que ele, Bolsonaro, se convenceu, definitivamente, que esse é o melhor caminho. Acho que foi bom para o país – disse.

 LEIA TAMBÉM: Promotores de Brasília pedem a prisão de nove ministros do STF

Sucesso das manifestações dá a Bolsonaro carta branca para tomar grandes decisões

Esquerdista que ia protestar contra Bolsonaro é preso com faca, soco inglês e coquetel motolov no RJ

Aguinaldo Ribeiro deputado federal chamou de facções todos que foram para as manifestações dia 7 de Setembro

Alexandre de Moraes mandou a PF prender Zé Trovão para induzir caminhoneiros a entrar em greve e prejudicar a economia do Brasil

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();